As mães principiantes lhes há muita ilusão comprar, já que estão grávidas, as coisas que você precisa , acima de tudo roupas para o bebê.

Muitos pais começam a comprar a roupa do bebê desde os primeiros meses de gravidez, quando ainda nem sequer sabem se será menino ou menina.

Mesmo que essa emoção nos retorne inevitavelmente compulsivos, no momento de comprar, é importante ter em conta algumas recomendações para adquirir as peças de roupas mais apropriadas para os primeiros meses de vida do bebê. Roupa de primeira entrada.


ALGODÃO 100%



Todos os médicos especialistas em bebês concordam que a melhor roupa para eles, é a feita com 100% algodão. Quando os bebês nascem, suas peles são muito sensíveis a agentes externos que podem causar alergias e irritações

UMA PEÇA, DE PREFERÊNCIA



É normal que as mães nos deixemos levar por isso, bonita e terna que possa ser uma peça de roupa para o seu bebê, sem reparar em que a mesma constitua uma odisséia no momento de vesti-las. É importante procurar o conforto tanto do bebê como a nossa, na hora de vesti-lo e desnudarlo.

Durante os primeiros 7 meses de vida, é melhor optar por roupa de uma só peça, macacão, ou jesusitos com calcinha sem pressões demasiado complicados, nem com cordões. Claro que para uma ocasião especial, podemos dedicar-nos a vesti-los muito bonitos.Como, por exemplo, para o seu batismo.

GORROS, LUVAS E MEIAS?




Muitas mães têm dúvidas sobre o que devem abrigar seus bebês.

Certamente os recém-nascidos vêm de estar nove meses em um ambiente acolhedor e 100% protegido, com uma temperatura aproximada de 37,5° C. Mas ao nascer e à medida que vão crescendo, os bebês vão depender de sua própria resistência ao frio e ao calor.

ROUPINHAS


Toda a roupa nova que tenhamos para o bebê devem ser lavadas e passadas, para evitar qualquer tipo de alergia e doenças da pele. O melhor é optar por detergentes e especiais para roupas de bebê, que não tenham aromas fortes.

Quanto ao passado, é recomendável fazê-lo com todas as peças de vestuário e tecidos que venham a ter contato com sua pele, inclusive lençóis.
Em tempos de crise é muito importante saber o que comprar, quais são os itens indispensáveis para o chá de bebê e o enxoval antes do nascimento ou para os novatos. As mães compartilham de algumas dicas que podem ajudar muito na hora de conter gastos desnecessários. O primeiro passo é ficar de olho na Data Expo Bebê e Gestante, o principal evento do setor na qual poderá obter descontos exclusivos (como fraldas a R$ 1,00), por exemplo.

O segundo passo está em se cadastrar para receber descontos e ficar ligada nos grupos de facebook e whatsapp das mães para comprar itens usados, afinal, muitos deles acabam saindo pela metade (ou até menos!) do preço de um novo mesmo tendo só alguns meses de uso.

O que não pode faltar no seu enxoval

Os fabricantes de produtos para crianças estão tentando nos convencer de que não podemos prescindir de muitos acessórios "importantes". No entanto, a verdade é que muitos deles são desnecessários e podemos prescindir deles facilmente.



Toalha com capuz, lenços e fraldas


É um bom enxoval, se temos ao menos duas peças. Quando queremos escolher um produto de muito boa qualidade, o preço será muito mais alto.

Uma toalha com capuz é definitivamente útil e útil quando se lava a cabeça nos primeiros meses de vida, mas podemos prescindir dela. Duas toalhas são suficientes, uma maior e outra mais pequena para limpar o bebé.

Não comprar uma toalha especial também tem a vantagem de que as toalhas comuns duram mais e as mais pequenas vão crescer rapidamente.A mudança
Mas é mais fácil mudar um bebê e uma mesa para trocar as fraldas especiais, em uma cômoda ou em um armário especial, não é um produto necessário. Tudo o que você precisa é de um simples trocador ou um cobertor para turistas coberta com uma tela de tecido ou de flanela.

Ao renunciar à mesa para trocar fraldas, também poupamos em comprar uma tampa para a mesa para mudar fraldas e a organizar um espaço especial para mudar para o bebê.

Tapetes, Cadeirinhas e afins


Embora os tapetes educacionais parecem bonitos, tem elementos com os quais jogar, Infelizmente sua desvantagem básica é que servem por pouco tempo. As crianças crescem rapidamente e as esteiras tornam-se inúteis, quando a criança viaja pelo mundo, explorando os arredores.

Além disso, o tapete de ensino pode facilmente substituir, estendendo um tapete no chão e colocando brinquedos sobre ela. Esta opção também pode ser considerado melhor devido a sua"mobilidade". Podemos encontrar um cobertor em quase todos os lares, e viajar com um colchão é bastante desconfortável.
Nem todos sabem, mas além da faculdade de Ciências Contábeis, existe também o curso de técnico em Contabilidade, porém, referente a este último, apesar das várias semelhanças, existem também diferenças gritantes no que diz respeito a atuação. Ao contrário de um graduado, o técnico não pode, por exemplo, realizar perícias judiciais ou extrajudiciais, revisar balanços ou auditorias, isso para citar ações mais importantes.


registro crc

Sabendo disso, responderemos então a pergunta que dá título a essa postagem. E a resposta é não! Quem possui curso técnico em Contabilidade não pode prestar o Exame de Suficiência. A autorização para que esse profissional exerça a profissão respaldado pelo registro junto ao Conselho Regional de Contabilidade foi extinta em 2015.

Portanto, apenas quem realmente formou-se em uma faculdade de Ciências Contábeis ou está cursando o último ano dela poderá fazer a prova que comprova capacitação para o exercício da atividade e, caso aprovado, obter o registro CRC que permitirá ingressar no mercado de trabalho como Contador.

Sobre o Exame de Suficiência


Trata-se de uma prova composta por 50 questões de múltipla escolha, cada uma valendo um ponto, com quatro opções de respostas e apenas uma correta. Para ser aprovado é necessário atingir pelo menos 50% de acertos, ou seja, o correspondente a 25 questões.

As disciplinas cobradas são as seguintes: Contabilidade Geral; Contabilidade de Custos; Contabilidade Aplicada ao Setor Público; Contabilidade Gerencial; Controladoria; Noções de Direito e Legislação Aplicada; Matemática Financeira e Estatística; Teoria da Contabilidade; Legislação e Ética Profissional; Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade; Auditoria Contábil; Perícia Contábil; e Língua Portuguesa Aplicada.

Preparatório - Exame de Suficiência


Para ficar pronto a alcançar o sucesso, um fator deve ser levado em consideração: preparar-se com a ajuda de um curso online. Mas não qualquer um... Um preparatório Exame de Suficiência só será de fato eficaz se oferecer os seguintes diferenciais:

·         Videoaulas


Nos dias de hoje o tempo é um dos bens mais valiosos que uma pessoa possui. Por isso, assistir videoaulas é o método mais rápido e eficiente de consumir todos os conteúdos necessários até o dia da prova, pois elas irão resumir o que você precisa saber, permitindo assim uma preparação dinâmica.

·         Conteúdo que cai na prova


A possibilidade de se preparar apenas com conteúdos que realmente serão cobrados na prova é, sem dúvida, algo que o seu futuro curso deve oferecer. Assim, mais uma vez, você poupa tempo, pois não precisará se preocupar com assuntos desnecessários.

·         Plano de Estudos


Escolha sempre um preparatório que disponibilize videoaulas em formato de plano de estudos. Assim, basta que você siga o cronograma criado e automaticamente irá se preparar da melhor forma.

·         Questões


Um curso online só será completo se oferecer uma plataforma de questões intuitiva e com grande acervo, para que você possa exercitar seu conhecimento e simular como seria o desempenho no dia da prova. Acredite, esse treinamento fará com que, ao fazer o Exame, você esteja tranquilo e preparado para responder as perguntas corretamente.

Acredite, com foco, disciplina e o melhor curso online, sua aprovação no Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade será muito mais fácil. Inicie sua preparação e garanta o seu registro profissional.
Tecnologia do Blogger.